Sobre a suspensão do ministro que ameaçava derrubar a Lava Jato

A missão de Eugênio Aragão, empossado dia 17 de março, era melar ou intimidar os agentes da Polícia Federal, responsáveis pela maior operação anti-corrupção da história nacional, a Lava jato.

Mesmo com uma ação no STF pedindo a suspensão de Aragão do Ministério da Justiça há quase 4 semanas, a relatora ministra Cármen Lúcia ainda não havia decidido sobre o processo.

Mas se a embromação do STF é maior que fila de petista em porta de cadeia, a primeira instância cumpre seu dever e derruba a nomeação do cupincha petista, que membro do Ministério público não pode ocupar cargo executivo.

eugênio aragão

Crédito: O Apontador

A heroína (que hoje em dia cumprir dever é heroísmo, em terras de lulismo) juíza Luciana Raquel Tolentino de Moura é a responsável pelo cumprimento da lei.

À suspensão ainda cabe recurso no Tribunal Regional Federal, mas esperamos que o TRF não mele a ação encima daquele que foi nomeado por Dilma com a missão de… melar.

Não deixe de seguir-nos no facebook e no twitter

Leia também

Confira a programação do impeachment para o fim de semana e prepare a pipoca

Urgente! Dep. Flávio Bolsonaro entra em confronto com bandidos

Vitória de Pirro, 28ª operação da Lava jato prende aliado de Dilma

Anúncios

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s